TRM - Technical Resources Management
pt  |  en
Pesquisa
Registo Newsletter
CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA
NOTA INTRODUTÓRIA Este Código, como norma interna, é de cumprimento obrigatório pela TRM, Lda. e seus Colaboradores. Todos os Colaboradores devem conhecer e respeitar, na prática da sua atividade profissional este conjunto de princípios de comportamento que constituem a ética de conduta a que estão vinculados, desde a data de admissão na TRM, Lda. O presente documento pretende reforçar o conhecimento das políticas internas da TRM, Lda. e criar um compromisso para o cumprimento das mesmas. 
 
 
SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO A política da empresa é a de garantir a todo o seu pessoal a higiene, segurança e bem-estar no trabalho. No entanto, cada trabalhador é responsável pela colocação em prática desta política e a TRM espera dele que comunique eventuais problemas e adote as medidas de precaução necessárias para minimizar a possibilidade de ocorrência de acidentes/incidentes. O Trabalhador tem o dever de informar ou expressar a sua opinião de que determinados processos ou práticas não são seguros. O uso adequado de EPI´s, relativamente ao trabalho exercido, é da responsabilidade dos Colaboradores, sendo responsabilidade da TRM fornecer o respetivo material. 
 
ACIDENTES DE TRABALHO Evitar acidentes de trabalho é uma prioridade da TRM. O Trabalhador deve comunicar imediatamente ao seu superior hierárquico qualquer acidente ocorrido durante o seu trabalho. Nos termos dos artigos 14º, 15º e 16º da lei 98/2009, em caso de acidente de trabalho, a TRM não tem que reparar os danos decorrentes do mesmo se: a) For dolosamente provocada pelo sinistrado, ou provier do seu ato ou omissão do mesmo, nomeadamente pelo consumo de bebidas alcoólicas ou ingestão de substância psicoativas; b) Resultar da falta de cumprimento por parte do sinistrado das regras de Higiene e Segurança no Trabalho, nomeadamente pela não correta utilização de ferramentas e EPI´s; c) Resultar exclusivamente da negligência grosseira do sinistrado. 
 
 
POLITICA ZERO A saúde e a segurança dos Colaboradores é um dos maiores objetivos da TRM. O consumo de bebidas alcoólicas e substâncias psicoativas estão completamente proibidas durante o horário laboral dos Colaboradores. O mesmo acontece enquanto o colaborador envergar a farda da TRM ou conduzir uma viatura pertencente a esta empresa. O colaborador deverá fazer prova e comunicar ao seu superior hierárquico, o consumo de substâncias medicamente prescritas, que poderão influenciar a sua atividade profissional e/ou a capacidade de condução de equipamentos/viaturas. O não cumprimento da Política ZERO, implica a abertura de um processo disciplinar ao Colaborador. 
 
 
FARDAMENTO/IMAGEM O Colaborador é a imagem da TRM perante os seus clientes. O uso do fardamento fornecido pela TRM é obrigatório durante o exercício da atividade profissional. No entanto o Colaborador não se deverá esquecer que enquanto estiver fardado será sempre identificado por terceiros como funcionário da empresa, mesmo que já não esteja em horário laboral. O Colaborador deverá ter zelo pela sua imagem cuidada e limpa, quer a nível pessoal quer a nível profissional, enquanto representante da TRM. 
 
RELAÇÃO COM CLIENTES Cumprindo os valores da TRM com o objetivo de responder às expectativas identificadas pelos seus Clientes, foram definidos os seguintes princípios de conduta face aos mesmos:
✓ Ouvir atentamente os seus pedidos para conseguir apresentar soluções claras, precisas e completas;
✓ Disponibilizar toda a nossa capacidade técnica;
✓ Desenvolver uma relação baseada na disponibilidade, confiança e confidencialidade;
✓ Dar resposta pronta e fundamentada para suas questões, dúvidas e reclamações;
✓ Seguir os princípios de coerência na conduta pessoal evitando qualquer tipo de conflito com os clientes da TRM;
✓ Assegurar continuamente que a qualidade dos serviços oferecidos é a de mais alto nível;
✓ Respeitar os prazos e normas de segurança do produto e/ou serviço;
✓ Realizar o acompanhamento e manutenção exaustiva dos equipamentos, produtos e serviços. 
 
PROFISSIONALISMO E COMPROMISSO
✓ Colaborar com os superiores hierárquicos e colegas;
✓ Ser leal à TRM nas relações com clientes, fornecedores e parceiros;
✓ Procurar a maior eficácia e eficiência no desempenho da sua função;
✓ Adotar uma atitude positiva e proactiva;
✓ Conhecimento e aplicação da política e valores da TRM. 
 
Honestidade 
✓ Respeito pelas pessoas, sua dignidade e integridade.
✓ Realização das operações e atividades com a máxima transparência. 
 
 
Lealdade
✓ Não desenvolver qualquer tipo de atividade em concorrência com a da TRM;
✓ Os recursos materiais e humanos colocados à disposição do colaborador devem ser considerados como instrumen- tos exclusivos de trabalho, não sendo permitido o uso para questões específicas não relacionadas à atividade da empresa. 
 
Confidencialidade
Respeito absoluto pelos princípios da confidencialidade. As informações sobre os negócios ou clientes só podem ser utilizados para a manutenção ou o cumprimento das relações de negócios, do trabalho da TRM, não podendo manipulá-las ou usá-las em benefício pessoal ou de terceiros. Não é permitido o acesso a informações que não são necessárias para o desenvolvimento do trabalho e, em particular, os dados dos clientes com os quais não têm uma relação de responsabilidade ou gestão dos mesmos. 
 
Assédio no Trabalho     Dando cumprimento à lei 73/2017 de 16 de Agosto, a TRM informa:
✓ É proibida a prática de assédio;
✓ Entende-se por “assédio” o comportamento indesejado, nomeadamente o baseado em fator de descriminação, praticado aquando do acesso ao emprego ou no próprio emprego, trabalho ou formação profissional, com o objectivo ou o efeito de perturbar ou constranger a pessoa, afetar a sua dignidade, ou de lhe criar um ambiente intimidativo, hostil, degradante, humilhante ou desestabilizador;
✓ Constitui “assédio sexual” o comportamento indesejado de carácter sexual, sob forma verbal, não-verbal ou física, com o objectivo ou efeito referido no ponto anterior;
✓ O “assédio” é caracterizado pela intencionalidade e pela repetição. 

Ver PDF»»
Partilhar